CENTRAL DE ATENDIMENTO - (91) 4008-8500

Medicina Nuclear

Exame de Medicina Nuclear

A Medicina Nuclear é um exame de diagnóstico não invasivo, que emprega substâncias radioativas do tipo gama (semelhante aos raios-x utilizados para gerar as radiografias) e que tem como finalidade a geração de imagens através da radiação liberada pelos radiofármacos. Essas imagens não seriam possíveis através de outros exames diagnósticos como a ressonância magnética, ultrassonografia ou mesmo a tomografia computadorizada.

Os principais métodos utilizados pela Medicina Nuclear são a cintilografia e a tomografia por emissão de pósitrons (PET-CT). Embora utilize elementos radioativos, a Medicina Nuclear é um método muito seguro de diagnóstico. Os radiofármacos injetados nos pacientes são em quantidade controlada e sob supervisão de médicos especializados.

Cintilografia

A cintilografia é um exame que gera imagens funcionais dos órgãos (na radiologia geral as imagens são anatômicas, ou seja, se preocupa muito mais com a forma dos órgãos). Para que isso seja possível, é utilizado um radioisótopo (átomo emissor de onda eletromagnética do tipo gama) que serve como sinalizador para a formação da imagem pelo aparelho.

A cintilografia tem muitas vantagens para o paciente, pois é um método não invasivo, indolor, com ausência de reações alérgicas, além de produzir imagens funcionais de órgãos do corpo humano com uma exposição mínima à radiação.

Apesar de o principal uso da Medicina Nuclear ser para fins diagnósticos, ela também apresenta aplicações terapêuticas para certas doenças como, por exemplo, hipertireoidismo, câncer da tireoide, dor óssea e tumores neuroendócrinos.

Principais Aplicações da Cintilografia

  • Em oncologia para a localização e estadiamento de câncer, principalmente de mama e próstata.
  • Controle evolutivo em tratamentos cirúrgicos.
  • Pesquisa de nódulos tireoidianos e linfonodomegalias.
  • Pesquisa de infecções e lesões no sistema musculoesquelético.
  • Em cardiologia para avaliar isquemias e a perfusão do miocárdio.
  • Estudo da ventilação e perfusão pulmonar.
  • Pesquisa de focos epilépticos e morte cerebral.
  • Pesquisa de sangramentos digestivos e pesquisa de infecções e suas complicações no trato urinário.

Equipe médica altamente qualificada

Médica cardiologista, Drª Lena Prado, na coordenação dos exames de cintilografia do miocárdio (MIBI), além uma grande equipe de técnicos de enfermagem, tecnólogos de radiologia altamente capacitados e treinados em medicina nuclear.

Agendar exame de cintilografia:

Nossos clientes que desejam agendar exames de cintilografia em Belém podem realizar o agendamento online clicando aqui, ou podem entrar em contato com nossa Central de Atendimento, pelo telefone (91) 4008-8500.

Neurologie