CENTRAL DE ATENDIMENTO - (91) 4008-8500

Belém será a primeira capital da América Latina a realizar o OSCAR, esta foi à afirmativa do professor Dr. Renato Ximenes, Presidente da Sociedade Brasileira de Medicina Fetal (Sobramef), durante a palestra proferida no auditório do Crowne Plaza Hotel em Belém.

O especialista veio à implantação do serviço em Belém NA Clínica Som Diagnóstico e realizou palestra para os médicos paraenses sobre os avanços nessa área ocorridos no mundo todo. Segundo o Dr. Ximenes este procedimento e chamado de Oscar, significa a avaliação do risco de anomalias fetais em uma única visita a Clínica Médica, e consiste em um exame de ultra-som entre 11-13 semanas + 6 dias com a medida da Translucência nucal (TN), avaliação da presença do Osso nasal (ON), e um exame laboratorial para a Dosagem no Sangue materno b-HCG livre e ao PAPP-A (Proteína Plasmática A), que podem ser feitos em uma única visita da paciente à Clínica, realizando e recebendo os resultados de todos os exames ultra-sonográficos e laboratoriais em uma mesma hora.

Para realizar o OSCAR (One Stop Clinic Assessment of Risk), a Clínica Som Diagnósticos se qualificou e conta com seis equipamentos de ultra-som de ultima geração, todos com Doppler colorido, sendo dois deles tridimensionais (3D e 4D) Voluson pró e Voluson Expert que permitem a magnificação máxima do feto no primeiro trimestre. Utiliza ainda para estes exames o Software ASTRAIA, certificado pela Fundação de Medicina Fetal de Londres, que possui gráfico e os cálculos de risco para síndromes no primeiro e segundo trimestre da gestação, fazendo o acompanhamento do crescimento fetal, assim como atualização dos cálculos de riscos em exames posteriores, e o mais importante, a Clínica Som Diagnóstico recebeu a certificação e a licença FMF de Londres, a mais respeitada instituição internacional nesta área, somando-se a uma equipe de médicos ultra-sonografista com grande experiência e amplamente conhecida por médicos e pacientes da nossa cidade.

Neurologie