CENTRAL DE ATENDIMENTO - (91) 4008-8500

O novo dispositivo Intra-Uterino (DIU) “Mirena” da Shering vem sendo indicado por uma quantidade cada vez maior de ginecologistas.


Este DIU tem características físicas diferentes de seus antecessores, e estas diferenças tornam difícil a caracterização ultra-sonográfica convencional bidimensional.

Os limites do dispositivo são pouco nítidos, tornando a avaliação de sua posição inadequada . Estudamos bastante a melhor maneira de poder fornecer ao colega as informações necessárias quanto ao posicionamento do mesmo.

 

Chegamos à conclusão que, no momento, a única técnica de diagnóstico por imagem inócua e disponível no mercado que possibilita esta visualização é a Ultra-Sonografia Transvaginal Tridimensional (3D) e Multiplanar (usg-tv-3D).


Com isso, obtemos imagens muito nítidas do DIU em cortes e em imagens em 3D.

Tendo em vista este estudo experimental, solicitamos ao colega o obséquio de que, toda vez que julgar necessário avaliar o posicionamento deste tipo de DIU, que o faça solicitando a usg-tv-3D.
 
Lembro que os parâmetros de localização continuam sendo os mesmos, ou seja, até 5 mm do fundo da cavidade uterina e até 20 mm da superfície do fundo uterino.